NO DISC, NO FILMS

O segmento deste blog não é discos e filmes para baixar, embora eu farei comentários sobre discos e filmes que eu gosto e outros que eu não gosto mas acabei assistindo e extraindo algo de legal. Minha opinião pode não interessar para ninguém, mas... pensando bem, tem tanta gente por aí opina e escreve... sou apenas mais um. Apenas um aviso, meus comentários as vezes são corrosivos. Dizem na minha família que eu já nasci rabugento.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Mutantes álbum Tudo Foi Feito Pelo Sol dia 30 de dezembro








Um belo dia, pelo menos lá fora e eu enfurnado aqui no quarto pesquisando coisas acabei descobrindo em um site, que os Mutantes estão de volta. No momento pensei, lógico, afinal eu os vi no primeiro show no Brasil no Parque da Independência, com Tom Zé.
Mutantes volta agora com a formação que gravou o disco Tudo Foi Feito Pelo Sol de 1974. Sérgio Dias, Túlio Mourão, Antônio Pedro e Rui Motta. A banda tocará o disco de 74 na íntegra no próximo dia 30 na 16ª edição do Festival Psicodália em Rio Negrinho (SC).
Conforme disse Sérgio Dias “O grande barato será olhar nos olhos da nova geração, curtindo um trabalho de tanto tempo atrás. Eles verão o tamanho e o peso do que existia por trás dos mutantes.” 

A partir da esquerda: Esméria Bulgari, Túlio Mourão, Sérgio Dias, Antônio Pedro, Rui Motta e Fábio Recco



O disco tem 43 minutos de duração, o show será complementado com músicas que os Mutantes tocavam em seus shows naquela época.
É maravilhoso poder ver isso com os próprios olhos. É como testemunhar o novo testamento em carne e osso. Essa fase dos Mutantes é a fase em que eles mergulharam de cabeça no rock progressivo. Mutantes o próprio nome já diz, experimentou de tudo em matéria de música e fez de tudo. Os discos dos Mutantes tem uma característica que eu costumo explicar assim: Escute todos os discos dos Mutantes do primeiro até o mais recente e constate uma verdade, não falta nada. Tudo é completo.
Então não perca. Mutantes dia 30 de dezembro no Psicodália tocando na íntegra o álbum de 1974 “Tudo Foi Feito Pelo Sol”.
Abaixo um vídeo que mostra uma entrevista com Sérgio Dias.
Informações


Mais um vídeo pra fechar da canção "O Contrário do Nada é Nada" exibido no Fantástico em 1974. 


Agradecimento a Esméria Bulgari. 


7 comentários:

  1. Falar de música e não falar de mutantes é não falar nada no cenário musical brasileiro, ainda me lembro os tempos da oitava série, tempos em que iniciava com meu gênio contestador, trajando camiseta com o rosto de Che, pesquisando e entendendo a dinâmica das guerras e revoluções e começando a me viciar tanto na política, quanto na filosofia... Quando ouvi mutantes... simplesmente demais!

    ResponderExcluir
  2. Bom, o de hoje já perdi, quem sabe num próximo. bela resenha!

    http://prajalpa.blogsot.com

    ResponderExcluir
  3. Caros amigos Rafael e Djair, que prazer vcs aqui, é sempre bom abrir o blog e ver seus comentários. Realmente, ouvir Mutantes pela primeira vez é algo que mexe com qualquer um. Como a Rita disse em uma entrevista:"A gente não fazia música pra tocar na rádio". O conceito de música comercial aqui no Brasil é muito diferente. Mutantes é diferente de tudo que já ouvimos. Caro Djair, seria loco se viesse pra SP.

    ResponderExcluir
  4. Amigo, também te desejo um ano de 2013 muito feliz e que seus sonhos se realizem, suas esperanças se renovem. Muita felicidade, saúde e muita paz no coração!

    Um abraço e seguimos juntos XD

    ResponderExcluir
  5. Simone, feliz 2013 pra vc e família. Muita felicidade, paz e saúde. Beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Bem bacana a postagem!
    Bom blog.
    Abraço,
    Zuza Zapata
    www.zuzazapata.com.br

    ResponderExcluir
  7. Valeu Zuza, obrigado pela visita e comentário. Abraço.

    ResponderExcluir