NO DISC, NO FILMS

O segmento deste blog não é discos e filmes para baixar, embora eu farei comentários sobre discos e filmes que eu gosto e outros que eu não gosto mas acabei assistindo e extraindo algo de legal. Minha opinião pode não interessar para ninguém, mas... pensando bem, tem tanta gente por aí opina e escreve... sou apenas mais um. Apenas um aviso, meus comentários as vezes são corrosivos. Dizem na minha família que eu já nasci rabugento.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Jive Bunny and The Mastermixers



No começo da década de 90 ouvia muito se falar em House Music, os “poperô”, ou “putz putz”, estilo de música só pra dançar que a gente que ouvia rock n roll não se animava nem um pouco em ouvir. O pessoal da minha geração lotava casas como Overnight, Toco, Contramão com seus figurinos de cabelo estilo poodle, ombreiras e calças com a cintura na altura do estômago. O estilo fez sim muito sucesso. Eu mesmo nunca fui, pois enquanto o pessoal ia dançar os “poperô” eu estava dentro da minha casa tocando violão, compondo “embora as minhas primeiras músicas fossem terríveis”, mas tudo bem, pensava “foda-se, devo ser um gênio incompreendido”, redescobrindo coisas como Led Zeppelin, Janis Joplin, conhecendo pouca coisa e “na época torcendo o nariz” para os Doors e conhecendo Mutantes, mas eu estava na minha. A resposta do rock n roll para o poperô veio em forma de disco. O disco foi um sucesso tão grande que todas as emissoras de rádios de repente estavam tocando. Não era algo nostálgico que servia só para os amantes do rock n roll dos anos 50 e 60. As músicas de fato agradaram a muita gente, tanto quem curtia como quem não curtia o rock. Até quem curtia os poperô acabou achando interessante. Em todas as festas de aniversários de amigos esse disco tinha presença garantida.
A resposta foi o disco Jive Bunny and Mastermixers, de 1989. Trata-se de um divisor de águas para aquela geração por vários motivos. Voltando um pouco na história, Jerry Lee Lewis tinha voltado aos holofotes pelo filme Great Balls of Fire também de 1989. Dois anos antes em 1987 tinha sido a vez do filme La Bamba, que contava a história de Ritchie Valens. O pessoal daquela geração finalmente tinha algo para redescobrir o rock n roll dos anos 50 e 60.
A origem de tudo foi em Yorkshire, Inglaterra. Infelizmente o único texto disponível na internet (em português) sobre o Jive Bunny está no Wikipédia e todo mundo de todos os blogs acabaram copiando. 
DJ Doncaster e Les Hemstock criaram o mix original de “Swing The Mood” para o serviço Mastermix DJ da Music Factory. Ian Morgan e John Pickles que tiveram a ideia de juntar em mix o rock n roll antigo, citado em todas as fontes como “Pop Oldies”.
Uma matéria no The Guardian conta que Parece curiosamente apropriado que Jive Bunny tenha sido concebido em uma loja de eletricidade da Doncaster pelo proprietário John Pickles e seu filho de 19 anos, Andy, que teve uma fila em expansão na confecção de mixtapes para DJs. Percebendo que uma mistura de melodias de rock feitas por um de seus DJs, Les Hemstock, estava derrubando uma tempestade, Andy ajudou Hemstock a retrabalhá-lo; Enquanto isso, seu pai criou um rótulo, e eles montaram um vídeo da filmagem de dança do pós-guerra liderada por um coelho de desenho animado. "Nós pensamos que era essa estúpida idéia que vendesse alguns registros", ri Andy. Mas Jive Bunny vendeu milhões.” As crianças ficaram presas porque era um coelho de desenho animado, a população bêbada a via como um registro de festa, e mães e pais lembraram as velhas músicas", diz Andy. 
Foi sucesso na Inglaterra, Estados Unidos e também aqui no Brasil. O disco vendeu muito bem e o projeto Jive Bunny produziu mais alguns discos, mas sem o impacto que teve esse primeiro de 1989. Alguns amigos meus dizem que esse disco os motivou a procurar os originais como Chubby Checker, Everly Brothers, Del Shannon, Bill Halley, Glenn Miller, Little Richard, entre outros.


 
Lado 1
Swing The Mood
In The Mood (A.Pazlof/J.Garland)
Pennsylvania 6-5000 (G.Sigmond/J.Gray)
Little Brown Jug (Trad. Arr. Doherty/Anderson)
Let's Twist Again (Mann/Appell)
Rock Around The Clock (Freeman/DeKnight)
Rock A Beatin' Boogie (Haley)
Tutti Frutti (LaBostrie/Penniman/Lubin)
Wake Up Little Suzie (F.&B.Bryant)
C'Mon Everybody (E.Cochran/J.Capeheart)
Hound Dog (Leiber/Stoller)
Shake, Rattle And Roll (Calhoun)
All Shook Up (Presley/Blackwell)
Jailhouse Rock (Leiber/Stoller)
At The Hop (Singer/Madara/White)

Rock And Roll Party Mix:
Tutti Frutti (Labostrie/Penniman/Lubin)
Roll Over Beethoven (Berry)
Ooh My Soul (Penniman)
Keep A Knockin (Penniman)
Shout Shout (Knock Yourself Out) (Marasca/Bogdany)

Lover´s Mix
All I Have Is To Dream (F.&B.Bryant)
Silence Is Golden (Gaudio/Crewe)
Rhythm Of The Rain (J. Gummoe)
Will You Still Love Me Tomorrow (King/Goffin)
Diana (Anka)

Do You Wanna Rock
Do You Wanna Dance (B.Blue /R.Rocker/G.Shury)
Do You Wanna Touch Me (Glitter/Leander)
Get It On (M.Bolan)
Teenage Rampage (Chinn/Chapman)
Hot Love (M.Bolan)
Devil Gate Drive (Chinn/Chapman)
I'm The Leader Of The Gang (Glitter/Leander)
 
Lado 2
That´s What I Like
Hawaii 5-0 (Morton Stevens)
Let's Twist Again (Mann/Appell)
Let's Dance (Jim Lee)
Wipe Out (Wilson/Fuller/Hill/Conolly)
Great Balls Of Fire (J.Hammer/O.Blackwell)
Johnny B. Goode (Riff) (Chuck Berry)
Good Golly Miss Molly (Richard Penniman)
The Twist (Hand Ballard)
Summertime Blues (Riff) (Cochran/Capeheart)
Razzle Dazzle (Calhoun)
Runaround Sue (E.Maresca/D.Dimucci)
Chantilly Lace (J.P. Richardson)

Glenn Miller Medley
In The Mood (A.Pazof/J.Garland)
Little Brown Jug (Trad. Arr. Doherty/Anderson)
American Patrol (Trad. Arr.
Doherty/Anderson)
Pennsylvania 6-5000 (G.Sigmund/J.Gray)

Swing Sisters Swing
Chattanooga Choo Choo (Warren/Gordon)
Don't Sit Under The Apple Tree With Anyone Else But Me (Brown/Tobias/Stept)
Hold Tight (Brandow/Spotswood)
The Coffee Song (Bob Hilliard/Dick Miles)
Lullabye Of Broadway (Dublin/Warren)
Boogie Woogie Bugle Boy (Rayne/H.Price)
String Of Pearls (Gray/DeLange)
St. Louis Blues (Handy)

Hopping Mad
Shout (Isley Brothers)
March Of The Mods (Tony Carr)
Da Doo Ron Ron (Spector/Greenwich/Barry)
Come Back My Love (Bobby Mansfield)
Runaway (Shannon/Croock)
Poetry In Motion (Kaufman/Anthony)
Lucille (Penniman/Collins)
I'm Into Something Good (Goffin King)
Help Me Rhonda (Brian Wilson)